Banca de DEFESA: RENATA GADONI PORTO FONSECA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RENATA GADONI PORTO FONSECA
DATA : 27/07/2022
HORA: 14:00
LOCAL: Video conferência - https://meet.jit.si/avacefetmg
TÍTULO:

O lugar da autonomia no processo de aprendizagem na educação a distância: análise de um curso de pedagogia


PALAVRAS-CHAVES:

Educação a Distância, Pedagogia, Autonomia, Aprendizagem Ativa.


PÁGINAS: 123
RESUMO:

Os cursos de graduação em pedagogia na modalidade a distância têm foco nos princípios e métodos de ensino, com o objetivo de preparar pessoas capazes de compreenderem e atuarem como instrumento de transformação social, promovendo uma educação de qualidade, trazendo novas exigências no que se concerne ao papel do aluno nesta modalidade, diante do impacto das tecnologias e dos novos paradigmas educacionais. A literatura apresenta várias dificuldades relacionadas à Educação a Distância (EaD), dentre as quais dificuldades relacionadas com a autonomia dos alunos na utilização dos recursos tecnológicos, que são necessários para estudo e acompanhamento das aulas, refletindo significativamente na aprendizagem do aluno, faz-se necessária uma análise das interações e levantamento de dados das concepções do desenvolvimento da autonomia trazidas pelos alunos em ambiente virtual de ensino e aprendizagem, bem como o papel do mediador no desenvolvimento da autonomia e da aprendizagem ativa dos integrantes no processo de ensino aprendizagem. Dessa forma, o tema desta Dissertação decorre do lugar da autonomia no processo de ensino e aprendizagem na educação a distância. Nesse contexto, esta pesquisa teve como objetivo investigar se os alunos que estão fazendo um curso de graduação em Pedagogia em uma universidade pública de Minas Gerais na modalidade a distância, apresentam habilidades que os identificam autônomos. Para tal, foi realizada uma pesquisa com abordagem qualitativa e, de acordo com o objetivo traçado o tipo de pesquisa foi a descritiva. Quanto ao procedimento técnico foi feito um estudo de caso na Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). A pesquisa foi realizada em seis etapas: na primeira etapa, sucedeu o levantamento das habilidades dos alunos para qual a EaD foi desenhada a partir do conceito de Belloni (2008). Na segunda etapa fez-se a identificação das habilidades dos alunos do curso investigado no que se refere a estudar a distância e comparação dessas habilidades com as levantadas na primeira etapa desta pesquisa, através da aplicação de um questionário online, onde foram coletadas informações para verificar como acontece a construção do conhecimento do aluno nas interações entre os ambientes que os envolve e as relações que estabelecem entre os diversos sujeitos do processo educacional, no caso da EaD, as relações entre aluno-professor, aluno-aluno e seu acesso e domínio com as ferramentas digitais na plataforma de ensino definidos por Belloni (2008). Na terceira etapa, verificou as condições internas e externas que podem ajudar o aluno a adquirir a autonomia. Na quarta etapa, verificou as relações dos fatos: aprendizagem ativa e o aprimoramento da autonomia e, aprendizagem individualizada e o aprimoramento da autonomia. Na quinta etapa, buscou identificar se no AVA utilizado na universidade, locus desta pesquisa, as práticas pedagógicas favoreciam a aprendizagem ativa e a aprendizagem individualizada. Para isso, foi solicitada a permissão ao Coordenador Geral do curso para realizar uma observação online não participativa das dinâmicas de interação dos alunos e postagens realizadas no ambiente virtual de aprendizagem Moodle. Na sexta e última etapa, buscou analisar as práticas identificadas na quinta etapa para indicar se essas práticas tem ajudado os alunos a adquirirem autonomia nos seus estudos. A pesquisa permitiu, portanto, identificar e analisar os aspectos teóricos e práticos do lugar da autonomia no processo de ensino e aprendizagem na educação a distância. Os resultados encontrados permitiram concluir que apesar dos alunos apresentarem habilidades que os identificam autônomos, ainda há muito a se fazer em relação as práticas pedagógicas para garantir o desenvolvimento das habilidades dos alunos de curso de graduação em pedagogia a distância na UEMG, mas verifica-se a necessidade de capacitação docente para elaboração de metodologias assertivas referentes ao curso a distância e uso dos recursos digitais


MEMBROS DA BANCA:
Interna - MARCIA GORETT RIBEIRO GROSSI
Externo ao Programa - VICENTE AGUIMAR PARREIRAS
Externo à Instituição - JOSÉ MANUEL MORAN COSTAS - USP
Notícia cadastrada em: 30/06/2022 15:54
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - vm-sig-app-10.ditic.sgi.cefetmg.br.inst10