Banca de QUALIFICAÇÃO: PABLO AUGUSTO DOS SANTOS ROCHA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PABLO AUGUSTO DOS SANTOS ROCHA
DATA : 08/11/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Ambiente virtual por conferência web via Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP)
TÍTULO:

PARÂMETROS DE INTERFACE: BLOCOS, GEOGRELHA E AGREGADOS EM MUROS DE SOLO REFORÇADO


PALAVRAS-CHAVES:

sustentabilidade; agregados reciclados; geogrelha; geossintéticos; blocos segmentais.


PÁGINAS: 82
RESUMO:

O consumo não racional de recursos naturais e a geração de resíduos são alguns aspectos que comprometem valores de  sustentabilidade da indústria da construção civil, que emprega um volume considerável de agregados, tais como areia e brita, na produção de  concretos, argamassas, como material de preenchimento em obras de infraestrutura urbana e rodoviária, entre outros. A geração de resíduos de construção e demolição (RCD) pela indústria da construção civil (ICC) pode ter um potencial impactante na sociedade e no meio ambiente, sendo estes agravados pelo não cumprimento das legislações vigentes. Como forma de mitigar os possíveis impactos, a própria ICC vem buscando meios de inserir os RCD, por meio de práticas como reciclagem ou reutilização. O uso de muros de solo reforçado como solução em infraestrutura urbana tem crescido nos últimos anos, pois atendem aspectos técnicos, arquitetônicos, econômicos e de prazo. Para a execução de muros de solos reforçados podem ser empregados: solo para preenchimento, geossintéticos, blocos segmentais e agregados naturais. Os geossintéticos são produtos fabricados a partir de polímeros, possuem diversas funções e são empregados em diferentes aplicações. Nos muros de solo reforçado, os geossintéticos, principalmente, as geogrelhas, são utilizadas como material de reforço. Os blocos segmentais podem ser utilizados no paramento, trabalhando como elemento de ancoragem e forma lateral da estrutura. Os agregados naturais são utilizados no preenchimento dos blocos segmentais, conferindo ao conjunto maior capacidade de ancoragem do reforço junto ao paramento, bem como auxiliando na drenagem da estrutura. A utilização de agregados reciclados cimentícios (ARCI) como material de preenchimento de blocos segmentais em muros de solo reforçado é uma hipótese que pode possibilitar uma destinação adequada para os RCD. Para esta pesquisa, os ARCI são oriundos de blocos intertravados, após o processo de beneficiamento em usina de reciclagem de RCD. Os ARCI serão caracterizados e, para avaliar o potencial de emprego desses como material de preenchimento de blocos segmentais, serão realizados ensaios de conexão, nos quais serão avaliados os parâmetros de conexão. Para efeito de comparação, os mesmos ensaios serão realizados com agregados naturais. Espera-se que com os ensaios dos agregados reciclados obtenha-se desempenho similar aos agregados naturais, validando o potencial emprego como material de preenchimento de blocos segmentais em muros de solo reforçado.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - CONRADO DE SOUZA RODRIGUES
Externo à Instituição - EDUARDO SOUZA CÂNDIDO - UFLA
Externo à Instituição - JEFFERSON LINS DA SILVA - USP
Notícia cadastrada em: 17/09/2021 16:06
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-10.ditic.sgi.cefetmg.br.inst10