Banca de QUALIFICAÇÃO: THALITA CARDOSO DIAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : THALITA CARDOSO DIAS
DATA : 28/05/2024
HORA: 10:00
LOCAL: https://conferenciaweb.rnp.br/sala/renata-gomes-lanna-da-silva
TÍTULO:

ESTABILIDADE E DIMENSIONAMENTO AVANÇADO DE SUB-ESTRUTURAS EM AÇO

 


PALAVRAS-CHAVES:

Estabilidade Estrutural. Formulação Geral. Eurocode 3. Método dos Elementos Finitos. Travessas Metálicas.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

A utilização do aço possibilita a construção de pórticos, amplamente empregados em sistemas de galpões, de consideráveis dimensões e peso reduzido, assegurando a integridade estrutural. Tipicamente, a geometria dos galpões é composta por pilares retos e vigas inclinadas, podendo apresentar seções transversais uniformes ou não uniformes. Os pórticos industriais de aço são particularmente suscetíveis aos fenômenos de instabilidade, devido à alta esbeltez dos perfis. A estabilidade é um critério fundamental de dimensionamento, contudo, as verificações são geralmente simplificadas, não considerando os efeitos de segunda ordem, onde a estabilidade dos elementos é avaliada de forma isolada e para elementos uniformes, com condições de carregamento e apoio simples. Na prática, tais condições nem sempre são encontradas, e a simplificação desses aspectos pode resultar em projetos menos precisos. A norma europeia, Eurocode 3, prevê três tipos de dimensionamento, abordando condições simplificadas de carregamento, apoio e seções uniformes. Para casos não contemplados, é utilizado o Método Geral baseado em análises numéricas avançadas que consideram os efeitos de segunda ordem (imperfeições geométricas iniciais, tensão residual e plasticidade do material), porém sua aplicação tende a ser complexa. Considerando este contexto, Tankova et al. (2018) desenvolveram e validaram uma formulação, denominada Formulação Geral (FG), fundamentada na equação de Ayrton-Perry, para análise de estabilidade de colunas, vigas e vigas-coluna com geometria variável, aplicável a diversas condições de contorno. No entanto, essa formulação se restringe a elementos lineares sem mudança de direção em relação aos eixos principais de inércia. Este trabalho propõe aprimorar o modelo analítico da FG a fim de incorporar a possibilidade de mudança de direção, característica comum nas vigas inclinadas dos galpões metálicos, buscando validar sua aplicabilidade por meio de análises numéricas realizadas com o auxílio do software ABAQUS (versão 6.21). Além disso, almeja-se investigar a precisão do Método Geral do Eurocode 3 e compará-lo com as prescrições da norma brasileira ABNT NBR 8800:2008. Ao término da pesquisa, pretende-se contribuir para futuras revisões dessas normas, facilitando e promovendo a aplicação da FG entre os profissionais de engenharia.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - RENATA GOMES LANNA DA SILVA
Interna - HERSILIA DE ANDRADE E SANTOS
Externo à Instituição - RICARDO AZOUBEL DA MOTA SILVEIRA - UFOP
Externo à Instituição - LUIS SIMÕES DA SILVA - UC
Notícia cadastrada em: 16/05/2024 15:35
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - vm-sig-app-08.ditic.sgi.cefetmg.br.inst8