Banca de DEFESA: HENRIQUE OLIVEIRA SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : HENRIQUE OLIVEIRA SANTOS
DATA : 28/05/2024
HORA: 14:00
LOCAL: demat
TÍTULO:

ANÁLISE DA USINABILIDADE DO AÇO C45 NORMALIZADO E DO AÇO C45 COM ALÍVIO DE TENSÃO POR MEIO DE TORNEAMENTO INTERNO À SECO DE TUBO SEM COSTURA TREFILADO A FRIO


PALAVRAS-CHAVES:

C45 Steel. Machining. Dry internal turning. Chip. Machining insert. Roughness. Cutting speed. Feed.


PÁGINAS: 171
RESUMO:

O torneamento a seco na superfície do diâmetro interno de um material com geometria tubular representa um processo de usinagem complexo, caracterizado por uma significativa remoção de material bem como diferentes reações mecânicas durante a manufatura. Estudos voltados para otimizar esse processo têm sido objeto de pesquisa, abrangendo fatores como as propriedades mecânicas dos materiais, microestrutura, elementos da composição química, revestimentos aplicados nos insertos de usinagem, formação do cavaco, além da compreensão dos parâmetros de velocidade de corte e avanço, relacionados aos mencionados fatores, visando aprimorar a usinabilidade e a produtividade. Neste trabalho foram avaliados e descritos os parâmetros mais otimizados para o torneamento a seco no diâmetro interno, considerando as variáveis independentes velocidade de corte e avanço, juntamente com fatores fixos, como a profundidade de corte, geometria e revestimento dos insertos de usinagem. Foi utilizado o aço C45 proveniente de tubo sem costura trefilado a frio, com tratamento térmico de normalização, e tubo sem costura trefilado a frio, com tratamento térmico de alívio de tensão, tomando como referência o torneamento a seco no diâmetro interno. No decorrer dos ensaios acompanhou-se a evolução do desgaste de flanco até atingir o critério de falha por meio do desgaste de flanco máximo de 0,30 mm. Foi observado que, em ambos os estados de fornecimento, as variáveis dependentes (Ra, Rt e Rz) foram significativamente afetadas pelas variáveis explicativas (avanço e velocidade de corte) e sua interação, com um nível de significância de 5 %. Além disso, foi constatado que o avanço teve a maior influência no aumento da rugosidade em ambos os estados de fornecimento. Menos problemas na formação dos cavacos foram observados no estado de fornecimento normalizado do aço C45, com morfologia predominantemente fragmentada em comparação com o estado de fornecimento com alívio de tensão. Nos experimentos, os desgastes de flanco no estado normalizado mostraram-se consistentes e estáveis com o aumento do volume usinado, ao contrário do estado com alívio de tensão, que apresentou variações mais acentuadas. Além disso, o estado de fornecimento normalizado teve um melhor desempenho na redução de rugosidade ao considerar o índice de variação, o qual incorpora média, desvio padrão e número de repetições, garantindo uma avaliação mais precisa dos resultados.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - MARCELLO ROSA DUMONT
Interno - ERNANE RODRIGUES DA SILVA
Externo ao Programa - CARLOS EDUARDO DOS SANTOS
Externo à Instituição - LUIS HENRIQUE ANDRADE MAIA - PUCMinas
Notícia cadastrada em: 15/05/2024 16:59
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - vm-sig-app-05.ditic.sgi.cefetmg.br.inst5