POSLING NS

Banca de QUALIFICAÇÃO: JULIENE VIEIRA FERNANDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JULIENE VIEIRA FERNANDES
DATA : 22/03/2019
HORA: 14:00
LOCAL: campus 1
TÍTULO:

Discurso docente: impressões e representações de professores de língua espanhola ante as Leis 11.161/2005, 13.415/2017 e BNCC


PALAVRAS-CHAVES:

Lei 11.161/2005, Lei 13.415, BNCC, Discurso, Língua Espanhola, Docente 


PÁGINAS: 32
RESUMO:

A pesquisa busca explorar, nos discursos depreendidos da legislação e demais documentos normativos, seus avanços e retrocessos, as ideologias políticas e práticas linguístico-discursivas e de ensino constitutivos da profissão de docente de espanhol como língua estrangeira. Busca ainda refletir, nos dizeres dos docentes, considerações que representam o olhar sobre do ensino do espanhol no Brasil. A partir dos desdobramentos dos tratados do Mercosul, da Lei 11.161/2005, a chamada “Lei do Espanhol” e da Lei 13.415/2017, a chamada “Lei da Reforma do Ensino Médio, define-se, então, a partir da visão foucaultiana de discurso como constructo político, do posicionamento postulado pela Análise Crítica do Discurso, desenvolvida por meio das contribuições da Linguística Sistêmico-Funcional, construída por Michael Halliday, e por fim, seguindo as categorias linguístico-discursivas responsáveis pela representação das realidades dos produtores do texto, destacadas nos estudos de James Robert Martin e David Rose (2003), o caminho teórico no qual propõe-se as indagações quanto às impressões, contidas nos discursos dos professores de língua espanhola, constituídos em meio aos documentos normativos citados e suas práticas sociais como docentes.  Trata-se de um estudo de natureza descritivo-interpretativa, com uma estratégia de pesquisa qualitativa.  A opção, nesta pesquisa é por entrevistar participantes específicos, ou seja, “amostragem intencional” (KNOBEL e LANKSHEAR, 2008) e tem suas justificativas: a escolha de docentes que atuam desde a promulgação da Lei 11.161/2005 dá um panorama, por meio de seus dizeres, dos impactos e desdobramentos dos documentos normativos em suas vivências e trajetórias profissionais. Espera-se, portanto, que esta pesquisa contribua com as discussões relacionadas ao ensino de espanhol nas escolas regulares e que seja possível ainda, analisar, nos discursos, singularidades da política linguística e política de ensino da língua espanhola a partir dos anos 2000


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ELZIMAR GOETTENAUER DE MARINS COSTA - UFMG
Interno - LILIAN APARECIDA ARAO
Presidente - RENATO CAIXETA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 15/03/2019 17:44
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-05.ditic.sgi.cefetmg.br.inst5