POSLING NS

Banca de DEFESA: LUCAS MARIANO DE JESUS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LUCAS MARIANO DE JESUS
DATA : 20/05/2019
HORA: 16:00
LOCAL: Sala 330 do Campus I
TÍTULO:

Do Fandom para a sala de aula: uma proposta de escrita colaborativa envolvendo fanfictions


PALAVRAS-CHAVES:

Fanfictions; Escrita Colaborativa; Novos Letramentos.


PÁGINAS: 118
RESUMO:

As fanfictions podem ser definidas como histórias ficcionais criadas, editadas e publicadas por fãs nos chamados fandoms. Os interessados por essa prática escrevem colaborativamente e criam narrativas que conjugam diferentes linguagens. Desse processo de escrita emergem estratégias de edição de textos que contribuem na manutenção e propagação das histórias publicadas. Tais estratégias foram usadas como base para a criação de uma dinâmica de escrita colaborativa de contos, a qual foi proposta e executada em uma turma de estudantes da área de Letras de uma instituição federal de ensino. Portanto, nesta dissertação são analisados os contos produzidos pelos alunos participantes da atividade, bem como suas percepções em relação a adaptação dessa prática, com o objetivo de investigar se a hipótese que considera viável a transposição dos processos de produção de fanfictions para um ambiente escolar pode ser confirmada. Os pressupostos metodológicos seguem as orientações de Minayo (2007) e Hissa (2012) a respeito das pesquisas e metodologias criativas. O referencial teórico deste estudo apoia-se principalmente em teóricos que versam sobre as fanfictions (ALVES, 2015; PARIS, 2018; JENKINS, 2015; VARGAS, 2005), os Novos Letramentos (SOARES, 2004; KLEIMAN, 2010; ROJO, 2009; STREET, 2012) e Escrita Colaborativa (PINHEIRO, 2011; CARVALHO, 2015; PAIVA, 2014; LOWRY, 2004). Os resultados gerados pela pesquisa e suas análises evidenciam que uma estratégia de escrita colaborativa baseada nos modos de produção das fanfictions é uma ferramenta pedagógica eficiente, pois contribuiu de forma significativa para a produção textual dos alunos envolvidos. As conclusões também apontam que as interações variadas entre os estudantes, proporcionadas pelas etapas da dinâmica, remodelaram suas posturas diante dos processos de escrita colaborativa, no sentido de gerar um maior engajamento na produção dos textos. Um ciclo de produção textual, fruto das interpretações construídas pela pesquisa, também contribui para a confirmação da hipótese desta pesquisa, mostrando que é viável transpor os processos de produção de fanfictions para a sala de aula e obter resultados significativos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - ANA ELISA FERREIRA RIBEIRO
Externo à Instituição - FRANCIS ARTHUSO PAIVA - UFMG
Interna - PAULA RENATA MELO MOREIRA
Notícia cadastrada em: 13/05/2019 10:39
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-05.ditic.sgi.cefetmg.br.inst5