Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA PAULA DA COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA PAULA DA COSTA
DATA : 12/08/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Reunião do POSLING
TÍTULO:

Da prensa da Tipografia do Fundo de Ouro Preto ao mundo digital: A transdisciplinaridade de Guilherme Mansur 



PALAVRAS-CHAVES:

Tipografia, edição, poesia, artes visuais, fotografia.


PÁGINAS: 26
RESUMO:

Esta pesquisa debruça-se sobre trabalho de Guilherme Mansur cuja natureza polímata apresenta uma matriz prismática mesclando diversos saberes técnicos, artísticos, literários e editoriais, sendo, portanto, transdisciplinar. Iniciado na tipografia, ele transita na edição, na poesia, na performance, no design e na fotografia. Partimos de uma hipótese a respeito da criação poética, editorial e as relações entre as tecnologias ancestrais e as novas tecnologias. Pretendemos verificar como a arte da tipografia é capaz de produzir características poéticas e editoriais singulares, como o foco no trânsito da palavra como eixo da concepção de uma obra.
Diante dos avanços tecnológicos o trabalho do tipógrafo Mansur é marcado por reinvenções, que consistem muitas vezes em exercícios de criatividade e usos de materiais e objetos que se ressignificam. O legado da produção da Tipografia do Fundo de Ouro Preto é um capítulo importante a ser investigado e circunscrito no campo editorial brasileiro, primeiro porque: (1) é fonte de estudos sobre a edição contemporânea que nasce das artes tipográficas e acompanha o percurso do avanço da revolução tecnológica que desemboca na atual conjuntura da era da informação e dos recursos midiáticos, com Mansur se mantendo ativo em suas produções na contemporaneidade; (2) é uma produção rara e relevante, de interesse cultural, social, político e acadêmico que existe fora do eixo Rio-São Paulo.
A passagem da tipografia para o meio digital é uma das facetas que esta pesquisa pretende abordar relacionando as forças de apropriação e incorporação do conhecimento tecnológico preexistente, sobretudo com os tipos, e a adequação ao ambiente digital. Entendemos que esta proposta de experimento se adequa à linha de pesquisa IV – Estudos de Edição, pois está diretamente relacionada ao estudo das condições de produção e edição de livros, de produção e circulação da literatura com ênfase no gênero poesia, além de edição e circulação de imagens (fotografias), bem como visa analisar a influência das novas tecnologias no processo de criação e difusão artística, ampliando as discussões sobre a importância cultural do legado de Mansur.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - ROGERIO BARBOSA DA SILVA
Interno - WAGNER JOSE MOREIRA
Externa à Instituição - CELINA FIGUEIREDO LAGE - UEMG
Externo à Instituição - MÁRIO ALEX ROSA - CEFET-MG
Notícia cadastrada em: 05/08/2019 09:03
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-10.ditic.sgi.cefetmg.br.inst10