POSLING NS

Banca de DEFESA: Sheilla Andrade de Souza

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : Sheilla Andrade de Souza
DATA : 28/10/2019
HORA: 14:00
LOCAL: campus 1
TÍTULO:

"Eu aprendi outras ferramentas também": a construção de significados por meio de práticas de leitura e escrita de textos multimodais em inglês no ensino médio

 


PALAVRAS-CHAVES:


Palavras-Chave:Ensino de Língua Inglesa. Práticas de leitura e escrita. Multimodalidade.


PÁGINAS: 60
RESUMO:

No estudo relatado nesta tese, objetivamos, a partir de uma proposta de ensino com base nos Gêneros Textuais, sob a luz dos estudos sobre Multiletramentos e Gramática do Design Visual, investigar como os significados são construídos a partir de práticas de leitura e escrita de textos multimodais incorporando conhecimentos sobre diferentes modalidades de significação no ensino de Língua Inglesa. O estudo foi desenvolvido com alunos do primeiro ano do ensino médio integrado ao ensino técnico de Logística de uma instituição federal no interior de Minas Gerais. Houve adaptações de atividades elaboradas com base no livro didático e produções de materiais complementares pela professora pesquisadora. Buscamos investigar, a partir da inserção de práticas de leitura e de produção de textos multimodais, que contemplam os aspectos verbais e não verbais, como os significados são construídos; detectar as facilidades e os desafios enfrentados pelos aprendizes durante o desenvolvimento das atividades; observar e identificar as capacidades exigidas, dos aprendizes, durante o processo de leitura e produção de textos multimodais; e analisar as produções textuais apresentadas pelos aprendizes após desenvolverem capacidades relacionadas à leitura e produção de textos multimodais, sob a luz da Gramática do Design Visual. Para a pesquisa nos apoiamos em construtos teóricos relacionados ao Ensino de Língua Inglesa, Gênero Textual (ALMEIDA FILHO, 2010; LEFFA, 2016; RESENDE; RAMALHO, 2006; MARTIN; ROSE, 2007; BOCCIA et al. 2013, KRESS; VAN LEEUWEN, 1996; 2006), à Linguística Sistêmico-Funcional, Semiótica Social e à Multimodalidade (HALLIDAY; HASAN, 1989; HODGE; KRESS, 1988; KRESS, 2003; 2010; KRESS; VAN LEEUWEN, 2006; SERAFINI, 2014; JEWITT, 2005) e dos (Multi)letramentos (KALANTIZIS; COPE, 2012; CERVETTI et al., 2001; MEURER, 2000; CARVALHO; ARAGÃO, 2015). A metodologia utilizada neste estudo foi a pesquisa participante (BRANDÃO, 2006), e os instrumentos de coleta de dados incluem questionários, diário de campo, entrevista, análise de atividades de produção e conversa informal. Como resultados alcançados, observamos que as atividades propostas contribuíram para o desenvolvimento da Competência Comunicativa Multimodal dos alunos (ROYCE, 2002) à medida que propiciou que eles entendessem que os textos multimodais contemporâneos são formados por vários modos semióticos, que precisam ser considerados no processo de produção dos sentidos seja no consumo, seja na produção textual. Quanto aos desafios encontrados, inferimos que não houve desafios únicos e cabíveis a todos os participantes igualmente, isto é, o desafio de um aluno configurou a facilidade de outro. No que se refere às capacidades exigidas dos alunos, percebemos a necessidade de ir além da prática de leitura e escrita do código verbal, os participantes tiveram que demonstrar domínio de ferramentas digitais e agirem como navegadores, intérpretes, designer e interrogadores a fim de produzirem significados na língua estrangeira estudada.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - ANA ELISA FERREIRA RIBEIRO
Presidente - RENATO CAIXETA DA SILVA
Externo à Instituição - RONALDO CORRÊA GOMES JUNIOR - UFMG
Externo à Instituição - RÔMULO FRANCISCO DE SOUZA - CEFET-MG
Externa à Instituição - VERA LÚCIA CARVALHO GRADE SELVATICI - PUC - RJ
Interno - VICENTE AGUIMAR PARREIRAS
Notícia cadastrada em: 08/10/2019 15:55
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-05.ditic.sgi.cefetmg.br.inst5