POSLING NS

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA PAULA MARTINS FONSECA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA PAULA MARTINS FONSECA
DATA : 17/08/2020
HORA: 14:30
LOCAL: CEFET-MG (remotamente)
TÍTULO:

REPRESENTAÇÕES DA LÍNGUA MATERNA E DO SEU ENSINO NO DISCURSO DE LICENCIANDOS EM LETRAS


PALAVRAS-CHAVES:

discurso, licenciandos de letras, representação, língua materna e ensino.


PÁGINAS: 91
RESUMO:

Ao longo da minha prática docente como professora e coordenadora do curso de Letras da Universidade do Estado de Minhas Gerais UEMG/Unidade Divinópolis, venho percebendo que é preciso investigar sobre a relação dos estudantes de Letras com o ensino de língua materna. Minha experiência profissional tem permitido observar que parece haver no discurso dos licenciandos ingressantes deste curso uma concepção que estudar e ensinar a língua é estudar e ensinar a Gramática Normativa. Tais relatos, acredito, podem estar revelando representações acerca da concepção de língua e de seu ensino que precisam ser investigadas e analisadas mais sistematicamente. Considerando este panorama, apresente pesquisa se propôsa investigar discursos de licenciandos de curso de Letras em relação à concepção de linguagem e ensino de língua materna, com intuito de contribuir para significativas reflexões e até intervenções em relação às novas proposições de ensino eaprendizagem de língua materna. A pesquisa que delineará esteestudo pode ser classificada como qualitativae se valerá da análise discursiva dos dizeres de alunos ingressantes e concluintes de cursos de Letras de duas unidades da UEMG (Divinópolis e Ibirité). O procedimento para a coleta de dados valeu-sedeum questionário para os ingressantes e concluintes envolvendo questões abertas que tratam dos seguintes temas: a) às razões que levaram à escolha do curso, tais como: importância de ser formado em Letras e expectativas com relação aos conhecimentos a serem adquiridos e ao futuro profissional; b) os conhecimentos necessários ao aluno de Letras e futuro professor de língua materna; c) questões voltadas para a importância do que ensinar e porque ensinar quando do efetivo exercício do graduando como professor de língua materna; e d) questões voltadas para os modos como se deu a relação com o curso de Letras. Para proceder a análise dos dados focalizou-sea análise nos elementos de Ideação e Avaliatividade propostos por Martin e Rose (2003, 2007). Espera-se que a análise dos dados com o olhar da teoria linguística adotada no caso a Linguística Sistêmico Funcional (LSF) revele as representações acerca do conceito de língua e seu ensino, bem como possibilite discutir como essas representações se relacionam com as concepções de língua/linguagem existentes ao longo dos anos no ensino de língua, bem como as que estão presentes nos documentos oficiais.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - SARA REGINA SCOTTA CABRAL - UFSM
Interna - LILIAN APARECIDA ARAO
Presidente - RENATO CAIXETA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 13/08/2020 06:49
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-07.ditic.sgi.cefetmg.br.inst7