Banca de DEFESA: VIVIAN STEFANNE SOARES SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : VIVIAN STEFANNE SOARES SILVA
DATA : 10/12/2020
HORA: 14:00
LOCAL: CEFET-MG (remotamente)
TÍTULO:

NELSON MANDELA: O PERSONAGEM NEGRO EM NARRATIVAS BIOGRÁFICAS PARA AS CRIANÇAS


PALAVRAS-CHAVES:

literatura infantil; biografias; representação negra; Nelson Mandela.


PÁGINAS: 157
RESUMO:

Esta pesquisa propõe-se a contextualizar o gênero biográfico na história da literatura infantil, alinhando tais perspectivas ao cenário editorial brasileiro e discutindo questões relacionadas à representatividade do personagem negro, com enfoque em Nelson Mandela. Para tanto, partimos de um levantamento de mercado do qual selecionamos e propomos a análise de quatro biografias de Nelson Mandela, produzidas entre 2003 e 2018, com base nos seguintes critérios: i) casa editorial; ii) projeto gráfico e ilustrações; e iii) voz enunciativa. Parte-se da concepção de que as obras biográficas, quando direcionadas ao público infantil, tendem a ter uma perspectiva educativa, o que nos leva a questionar de que forma ocorrem as representações do personagem negro, uma vez que se trata de um sujeito marginalizado e invisibilizado. Ademais, busca-se compreender em que medida os aspectos gráficos e editoriais dos livros podem influenciar nos sentidos produzidos. Como fundamentação teórica são empregados os estudos de Pierre Bourdieu (1997; 2005; 2006; 2007; 2018), Marisa Lajolo e Regina Zilberman (2007), François Dosse (2015) e Stuart Hall (2016), além de obras complementares. Observa-se que o mercado editorial de livros infantis tem se apropriado da narrativa biográfica, de modo que a tendência aponta para o crescimento do gênero na modalidade. Na perspectiva da análise, percebemos que o protagonismo dos sujeitos negros é proporcionalmente menor ao concedido a personagens brancos, o que reforça a homogeneidade das representações literárias, embora haja movimentos e legislações que buscam dar espaço às produções africanas e afrodescendentes na literatura infantil. Ademais, nota-se que a representação tanto de Nelson Mandela quanto da própria África do Sul tende a ser baseada em percepções colonialistas quando elaboradas a partir da perspectiva do negrismo e, ainda, que de modo geral as obras biográficas acerca do personagem inclinam-sea selecionar certos aspectos da sua trajetória para tecer um relato de vida que possa ser utilizado como instrumento para a formação moral das crianças.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - MARIA ANÓRIA DE JESUS OLIVEIRA - UNEB
Presidente - LUIZ HENRIQUE SILVA DE OLIVEIRA
Interna - MARTA PASSOS PINHEIRO
Notícia cadastrada em: 26/11/2020 17:27
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-08.ditic.sgi.cefetmg.br.inst8