Banca de DEFESA: PEDRO HENRIQUE RODRIGUES DA SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : PEDRO HENRIQUE RODRIGUES DA SILVA
DATA : 18/10/2021
HORA: 14:00
LOCAL: CEFET-MG (remotamente)
TÍTULO:

A VIOLÊNCIA, A FABULAÇÃO, O CORPO: O Pensamento Trágico em Jean Genet


PALAVRAS-CHAVES:

Corpo; Escritura; Fabulação; Jean Genet; Pensamento Trágico; Violência.


PÁGINAS: 168
RESUMO:

A presente tese, apresentada ao curso de Doutorado em Estudos de Linguagens do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), é fruto da pesquisa que desenvolvemos desde 2017, acerca da produção do escritor, poeta, ensaísta e dramaturgo francês Jean Genet (1910-1986). O conceito central de nossa pesquisa é o de pensamento trágico. Diante disso, escrevemos quatro capítulos que tratam de uma rede conceitual, que busca evidenciar o exercício daquele modo de pensamento por parte de Genet ao desenvolver a sua escritura. No primeiro capítulo, intitulado O Pensamento Trágico, procuramos apresentar diferentes aspectos que envolvem o conceito de pensamento trágico, isto é, a afirmação irrestrita da existência e suas múltiplas tensões, em especial suas relações com o eterno retorno, o amor fati e a alegria do trágico. No capítulo seguinte, denominado Eterno retorno... Violência... O Devir genetiano, buscamos mostrar como as múltiplas e recorrentes situações de violência experimentadas e descritas pelo escritor francês ao longo de sua vida ajudam a mostrar traços de uma espécie de pensamento trágico por ele desenvolvido. No terceiro capítulo, intitulado Fabularcriar: Jean Genet e a Máquina Fabuladora, pensamos a respeito do conceito de fabulação e como isso possibilita Genet a criar um povo por vir. Por fim, em O gozo trágico de Genet: sobre o desejo, o corpo e a grande saúde, buscamos evidenciar que, para Genet, o corpo é uma grande razão, a partir dos conceitos de desejo – como uma potência criadora – corpo sem órgãos – que coloca em xeque as organizações e sistematicidades do corpo – e o esquecimento de que, por meio da traição, na escritura genetiana, possibilita-se um modo de felicidade, manifestando uma grande saúde.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - UBIRAJARA SANTIAGO DE CARVALHO PINTO
Externa ao Programa - CRISTIANE FELIPE RIBEIRO DE ARAUJO CORTES
Presidente - JOAO BATISTA SANTIAGO SOBRINHO
Interno - ROGERIO BARBOSA DA SILVA
Interno - WAGNER JOSE MOREIRA
Notícia cadastrada em: 06/10/2021 12:54
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-05.ditic.sgi.cefetmg.br.inst5