Banca de DEFESA: RICARDO QUARESMA CHAVES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RICARDO QUARESMA CHAVES
DATA : 26/10/2021
HORA: 14:00
LOCAL: CEFET-MG (remotamente)
TÍTULO:

O direito à leitura literária: o caso da Borrachalioteca, uma biblioteca comunitária de Sabará/MG


PALAVRAS-CHAVES:

Biblioteca comunitária; Borrachalioteca; Leitura literária; Mediação de leitura.


PÁGINAS: 126
RESUMO:

Esta dissertação versa sobre a Borrachalioteca, uma biblioteca comunitária localizada em Sabará, cidade da região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, enfocando algumas características e as atividades que desenvolve em prol do fomento à leitura literária. Desde a sua criação, em 2002, tem chamado a atenção da mídia, das pessoas que trabalham na cadeia de acesso ao livro e à leitura e de alguns pesquisadores que atuam nesse segmento de estudo. A instituição tem o propósito de levar à comunidade onde atua o acesso ao livro, à leitura e à literatura como um direito humano. Ao definirmos como nosso objeto de pesquisa, procuramos enfatizar esse importante equipamento cultural ao contextualizar as bibliotecas comunitárias no Brasil, a partir das peculiaridades de como são criadas, orientações para o desenvolvimento de suas ações de promoção à leitura, lugar onde estão inseridas – a grande maioria nas periferias dos centros urbanos –, e o relacionamento com essa comunidade. Recorremos aos apontamentos teóricos, sobretudo, de Elisa Machado (2008;2009), Fernandez, Machado e Rosa (2018). Na apresentação da instituição, nossas fontes foram os documentos disponibilizados pela biblioteca, bem como as entrevistas realizadas com o seu coordenador, Túlio Damascena, para contar um pouco da história da Borrachalioteca. Posteriormente, ao descrevermos a leitura literária e, em especial, a sua mediação como uma atividade importante para a instituição em estudo, relacionamos a nossa discussão com a literatura, o letramento literário, o conceito de mediação e a sua prática nas bibliotecas comunitárias. Ao final, evidenciamos a atuação do equipamento em tempos de pandemia do coronavírus: uma campanha solidária às famílias que frequentam a biblioteca, liderada pela RNBC – Rede Nacional de Bibliotecas Comunitárias – e a realização de ações literárias no meio digital, como duas edições da FLIS (Festa Literária de Sabará) nos anos de 2020 e 2021. Concluímos que a Borrachalioteca é uma biblioteca comunitária que merece ser (re)conhecida pela sua relevância social e sua importância como instituição potente de fomento à leitura literária e formação de leitores.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - FABIOLA RIBEIRO FARIAS
Interna - MARTA PASSOS PINHEIRO
Presidente - PAULA RENATA MELO MOREIRA
Notícia cadastrada em: 07/10/2021 07:48
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-05.ditic.sgi.cefetmg.br.inst5