Banca de QUALIFICAÇÃO: MÁRIO VINÍCIUS RIBEIRO GONÇALVES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MÁRIO VINÍCIUS RIBEIRO GONÇALVES
DATA : 22/11/2021
HORA: 15:00
LOCAL: CEFET-MG (remotamente)
TÍTULO:

A EDIÇÃO DE PERIÓDICOS DE VANGUARDA EM MINAS GERAIS


PALAVRAS-CHAVES:

Edição literária. Periódicos. Revistas. Modernismo. Vanguardas. Tipografia.


PÁGINAS: 102
RESUMO:

O tema deste trabalho é a edição de periódicos literários de vanguarda no estado de Minas Gerais. O recorte temporal que propomos compreende o período que vai dos anos 1920 quando se pode enfim considerar o acionamento da “função de vanguarda” dentro do projeto de modernidade brasileiro até o início dos anos 1990 quando alguns dos próprios agentes da vanguarda mineira e brasileira realizam um balanço das atividades que empreenderam ao longo do século XX. Ao nos indagarmos sobre a especificidade da contribuição mineira em relação à edição de periódicos literários de vanguarda ao longo do recorte temporal proposto, objetivaremos realizar extensivo mapeamento desses periódicos, bem como estabelecer critérios refuncionalizantes que permitam avaliar, diacrônica e sincronicamente, a contribuição das propostas poético-editoriais em análise para com a efetiva atualização repertorial da comunidade receptora/consumidora dessas edições. Metodologicamente, este estudo tem caráter essencialmente qualitativo, enfatizando a pesquisa documental. Parte fundante da pesquisa transcorrerá a partir da consulta às fontes primárias periódicos, livros e “outras topografias” pertencentes ao recorte em questão presentes em diferentes coleções, bibliotecas e acervos, públicos ou privados. Ao mesmo tempo, será necessário realizar o confronto dos levantamentos documentais com toda a pesquisa bibliográficaisto é, a consulta às fontes secundárias relativas direta ou indiretamente ao tema. Em seguida, realizaremos a análise individual de alguns periódicos estrategicamente selecionados seja pela sua importância histórica e/ou pela singularidade de sua proposta editorial para elucidar a problemática de nossa pesquisa. Essa análise se valerá do agenciamento crítico dos fundamentos teóricos discutidos com os aspectos técnicos específicos à atividade editorial. Ao articularmos dialeticamente, dentro dos Estudos em Edição, a “ciências das obras” de Pierre Bourdieu com a teoria de alguns dos agentes mais radicais da vanguarda literária brasileira, como Moacy Cirne, Álvaro de Sá e Neide Dias de Sá, complementados e recolocados em perspectiva a partir de um referencial de trabalhos pertencentes a áreas distintas, como, História, a Semiologia, a Teoria da Informação, a Comunicação e a Tipografia, esperamos oferecer novo ponto de apoio para reflexões e pesquisas futuras, além de colaborar para o resgate histórico de importante momento de nossa memória recente, recolocado em perspectiva a partir de uma organização funcional renovada e prospectiva.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JÚLIO CÉSAR CASTAÑON GUIMARÃES
Presidente - ANA ELISA FERREIRA RIBEIRO
Interno - ROGERIO BARBOSA DA SILVA
Notícia cadastrada em: 05/11/2021 14:32
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-07.ditic.sgi.cefetmg.br.inst7