Banca de DEFESA: MÍRIAM RABELO GONTIJO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MÍRIAM RABELO GONTIJO
DATA : 02/05/2022
HORA: 14:00
LOCAL: videoconferência
TÍTULO:

Motivação na aprendizagem de sucesso de Língua Inglesa: experiências de afiliação a comunidades imaginadas


PALAVRAS-CHAVES:

aprendizagem de inglês como língua estrangeira; experiências de aprendizagem bem sucedida; identidade; motivação; visão; afiliação a comunidades imaginadas


PÁGINAS: 176
RESUMO:

Segundo a Teoria Sociocultural, na qual este estudo se insere, o desenvolvimento humano ocorre a partir da interação do homem com o meio, em uma relação dialética (LANTOLF, 2000). Embora o lócus tradicional de aprendizagem seja a sala de aula, o ato de aprender também se dá para além dos muros institucionais, de maneiras diversas. Uma delas é por meio da afiliação dos estudantes a Comunidades Imaginadas. Este estudo teve como objetivo geral explicar de que forma a afiliação a Comunidades Imaginadas pode influenciar a aprendizagem de inglês como língua estrangeira. O marco teórico que orientou a geração e a análise dos dados da pesquisa compreendeu: (1) o construto identidade e o conceito de investimento conforme Norton (1995, 2000; 2013; 2017; 2019), (2) os conceitos de motivação e de visão segundo Dörnyei (2005; 2019; 2017; 2019), Dörnyei e Ryan (2015) e Dörnyei e Kubanyiova (2014), (3) a proposição de afiliação a Comunidades Imaginadas de Wenger (1998; 2009), revisitada por Norton (2013; 2015); e (4) o conceito de aprendizagem bem sucedida empregado por Arruda (2014). Esta é uma pesquisa de natureza aplicada, orientação exploratória, realizada no formato de Estudo de Caso. Por meio de entrevistas semiestruturadas, foram geradas narrativas de aprendizagens de inglês como língua estrangeira bem sucedidas, permeadas por afiliações a Comunidades Imaginadas, empreendidas por estudantes inseridos no curso superior de Licenciatura em Letras da Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG - unidade Divinópolis. Após geração de dados pelas narrativas, apenas a experiência de uma estudante foi analisada, em virtude da riqueza de seus relatos para o objetivo desta pesquisa. A análise de sua narrativa partiu da compreensão sobre as suas afiliações a Comunidades Imaginadas (MACMILLAN; CHAVIS, 1986; RYAN, 2006), para que fosse possível entender a aprendizagem bem-sucedida (ARRUDA, 2014), bem como a motivação (ZANOTELI; BAMBIRRA 2019) da estudante. Os resultados confirmaram afiliações a Comunidades Imaginadas referentes a séries de TV, músicas e ao status de imigrante nos Estados Unidos, bem como documentaram a potência que reside em afiliar-se a elas para a aprendizagem de inglês como língua estrangeira.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - MARIA RAQUEL DE ANDRADE BAMBIRRA
Interno - CLAUDIO HUMBERTO LESSA
Interno - LUIZ ANTONIO RIBEIRO
Externa à Instituição - CAROLINA VIANINI AMARAL LIMA - UFSJ
Externa à Instituição - CLIMENE FERNANDES BRITO ARRUDA - UFMG
Externa à Instituição - HILDA SIMONE HENRIQUES COELHO - UFV
Notícia cadastrada em: 02/04/2022 17:27
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - vm-sig-app-06.ditic.sgi.cefetmg.br.inst6