Banca de QUALIFICAÇÃO: Lúcia Andréa Costa Silva

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : Lúcia Andréa Costa Silva
DATA : 30/09/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Sala 209, prédio 12, 2º andar, Campus II, Av. Amazonas, 7675, Belo Horizonte – MG
TÍTULO:

Implicações da Estrutura de Capital e da Política de Distribuição de Dividendos no Valor de Mercado das Ações das Empresas do Setor Elétrico Brasileiro


PALAVRAS-CHAVES:

Estrutura de Capital, Política de distribuição de Dividendos, Precificação de Ativos, Setor Elétrico


PÁGINAS: 49
RESUMO:

A escolha da estrutura de capital e da política de distribuição de dividendos de uma empresa são consideradas decisões complexas, pois envolvem diversos fatores como risco e retorno. A tomada de decisão pode se tornar mais desafiadora quando o ambiente econômico apresentar instabilidade. Desde a Teoria Moderna do Portifólio, desenvolvida por Markowitz (1952), surgiram novas contribuições sobre a precificação de ativos e modelos que explicam o processo gerador de retornos das ações. O debate sobre a estrutura de capital a política de distribuição de dividendos foi intensificado após os trabalhos seminais de Modigliani e Miller (1958) e Modigliani e Miller (1961), pois contradisse o pensamento vigente e buscou mostrar que o efeito da estrutura de capital e da política de distribuição de dividendos de uma empresa, em um mercado perfeito, não influenciava o preço de suas ações, ou seja, propuseram que o valor da firma é determinado unicamente por seus investimentos. A partir de então, diversos estudos, críticas e testes empíricos foram realizados contribuindo para a evolução da teoria. As empresas de setor elétrico estão sujeitas a fortes pressões do mercado e dos órgãos reguladores. Além disso, elas necessitam de uso intensivo de capital para financiamento de suas atividades de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica. Neste contexto, definir a estrutura de capital e a política de distribuição de dividendos, pautadas em atrair e manter capital de terceiros, podem ser fatores determinantes para a sobrevivência delas. Diante disso, o objetivo deste trabalho é verificar as implicações da estrutura de capital e da política de dividendos sobre o valor de mercado das ações das empresas do setor elétrico brasileiro. Trata-se de uma pesquisa quantitativa, a amostra da pesquisa será composta por 59 empresas que compõem o setor Energia Elétrica da Brasil Bolsa Balcao (B3), no período de 2005 a 2018. Será utilizada a metodologia desenvolvida por Fama e MacBeth (1973), que aplica regressões de dois passos: série temporal e cross-section. Como variável dependente será utilizado o excesso de retorno dos portfólios em relação à taxa de juros livre de risco e como variáveis independentes serão utilizados os fatores: risco de mercado, tamanho, book-to-market, lucratividade e investimento, conforme o modelo de precificação de ativos de cinco fatores do Fama e French (2015), acrescidos de duas proxies Alavanc eDividen para capturar e representar os efeitos da estrutura de capital e da política de distribuição de dividendos sobre o valor de mercado das ações. Com este trabalho, espera-se contribuir com o processo de tomada de decisão dos investidores, gestores, credores e reguladores, além da contribuição para a evolução dos trabalhos acadêmicos sobre o tema e setor em mercados em desenvolvimento.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EWERTON ALEX AVELAR - UFMG
Presidente - HUDSON FERNANDES AMARAL
Interna - LAISE FERRAZ CORREIA

Notícia cadastrada em: 27/09/2019 13:51
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-08.ditic.sgi.cefetmg.br.inst8