Banca de QUALIFICAÇÃO: Fernanda Costa Silva

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : Fernanda Costa Silva
DATA : 26/06/2020
HORA: 08:00
LOCAL: Online, por meio de videoconferência
TÍTULO:

A Lei de Cotas no Ensino Superior sob a Lente Institucional: análise dos processos decisórios e cotidiano de uma universidade


PALAVRAS-CHAVES:

Lei de Cotas; Teoria Institucional; Cotidiano Universitário; Processos Decisórios; Etnometodologia


PÁGINAS: 72
RESUMO:

A Lei de Cotas, promulgada no ano de 2012, garante reserva de vagas nas Institutuições Federais Ensino Superior (IFES) aos alunos que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas, aos autodeclarados pretos e pardos, aos indígenas e às pessoas com deficiência. Esse instrumento legal pode ser vislumbrado como uma alternativa necessária e acertada que terá efeitos a médio e longo prazo para a superação das desigualdades sociais e educacionais históricas do Brasil, pois contempla as complexas dimensões racial, social e econômica do país. Considerando a natureza estrutural descentralizada dos ambientes acadêmicos, as universidades têm adotado diferentes estratégias de implementação e acompanhamento dessa política pública. Baseado nisso, a presente pesquisa pretende analisar a implementação da Lei de Cotas em uma IFES, compreendendo os processos decisórios e o cotidiano universitário à luz do institucionalismo. A discussão teórica para a compreensão dos elementos da análise está ancorada na Teoria Institucional e sua visão como teoria multiparadigmática. De forma complementar, angaria as conexões do Institucionalismo à construção social da realidade, intersubjetividade, cotidiano e processos decisórios. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa descritiva, cujo método a ser adotado é o estudo de caso, utilizando-se como técnicas de coleta de dados a entrevista, a análise documental e a observação não participante, esta última inspirada nas concepções da Etnometodologia. O período delimitado na presente pesquisa será de 2012 a 2020 que compreende o ano da promulgação Lei de Cotas e o atual ano da análise, respectivamente. Para a análise dos dados, pretende-se utilizar da análise de conteúdo e análise da conversação. A contribuição desta pesquisa engloba a premissa de analisar o processo de implementação da lei considerando as conexões institucionais existentes entre Ensino Superior e a Sociedade, por meio de uma proposta não engessada em termos teórico-metodológicos.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - IVAN BECK CKAGNAZAROFF - UFMG
Presidente - LILIAN BAMBIRRA DE ASSIS
Interno - UAJARA PESSOA ARAUJO
Notícia cadastrada em: 17/06/2020 14:18
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-06.ditic.sgi.cefetmg.br.inst6