PPGMQ GM

Banca de DEFESA: Fernanda Gabriela Gomes Pereira

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : Fernanda Gabriela Gomes Pereira
DATA : 28/08/2019
HORA: 14:00
LOCAL: campus vi
TÍTULO:

DESENVOLVIMENTO DE NOVOS MATERIAIS À BASE DE HIDROXIAPATITA E PÓ DE ACIARIA PARA UTILIZAÇÃO EM PROCESSOS DE DESCONTAMINAÇÃO AMBIENTAL


PALAVRAS-CHAVES:

osso bovino, pó de aciaria, hidroxiapatita, carvão ativado, catalisador


PÁGINAS: 86
RESUMO:

Neste trabalho foram desenvolvidas duas séries de materiais, carvões ativados e catalisadores. Estes materiais foram baeados em resíduos industrias: a hidroxiapatita, proveniente do osso bovino e pó de aciaria, proveniente da indústria de fundição do aço.  

Para a síntese da série de carvões ativados, a hidroxiapatita foi submetida a ativação física a 600 ºC e 700 ºC utilizando os agentes ativantes dióxido de carbono e etanol, com o intuito de aumentar sua área superficial potencializando seu efeito adsorvente. Os carvões ativados foram caracterizados por análise termogravimétrica (TG), isotermas de adsorção e dessorção de N2, microscopia eletrônica de varredura (MEV), difração de raios X (DRX), e espectroscopia de absorção na região do infravermelho (IV). Os carvões ativados foram aplicados na adsorção de contaminantes têxteis.   

Já para a síntese dos catalisadores a hidroxiapatita foi impregnada com pó de aciaria (PA), resíduo da indústria siderúrgica, nas concentrações de 5 e 15% m/m e os materiais impregnados foram submetidos ao processo de deposição química a vapor (Chemical Vapor Deposition – CVD) a 700 ºC utilizando o etanol como fonte de carbono. O processo CVD objetiva a redução das fases de ferro e formação das estruturas carbonáceas sobre a martiz inerte da hidroxiapatita. Como os materiais apresentam propriedades apolares hidrofóbicas (carbono) e propriedades polares hidrofílicas (hidroxiapatita e PA), eles são denominados híbridos. Os materiais foram caracterizados por análise termogravimétrica (TG), difração de raios X (DRX), isotermas de adsorção e dessorção de N2, microscopia eletrônica de varredura (MEV), espectroscopia de energia dispersiva de raios X (EDS) e espectroscopia de absorção na região do infravermelho (IR). Para a aplicação dos catalisadores sintetizados, foram realizados testes de oxidação dos contaminantes do petróleo e de efluentes têxteis.

Há uma grande relevância na transformação dos resíduos utilizados neste trabalho, como osso bovino e pó de aciaria, em materiais tecnológicos como catalisadores, que visam a remoção de contaminantes ambientais pois atualmente há poucos artigos na literatura que utilizem o pó de aciaria para este fim, visto que ele é gerado em larga escala e possui alto teor de óxidos metálicos.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - DIANA QUINTAO LIMA
Interno - EUDES LORENCON
Presidente - RAQUEL VIEIRA MAMBRINI
Notícia cadastrada em: 12/06/2019 16:24
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-08.ditic.sgi.cefetmg.br.inst8