Banca de DEFESA: FERNANDO AZALIM JÚNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FERNANDO AZALIM JÚNIOR
DATA : 19/07/2022
HORA: 14:30
LOCAL: SALA 100
TÍTULO:

ANÁLISE ENERGÉTICA E EXERGÉTICA DA SECAGEM DE MILHO EM SECADOR CILÍNDRICO COM FLUXO
VERTICAL DE AR UTILIZANDO O MÉTODO DOS VOLUMES FINITOS


PALAVRAS-CHAVES:

Secagem em leito fixo de grãos. Milho. Método dos Volumes Finitos. CFD. Análise Energética e Exergética


PÁGINAS: 78
RESUMO:

A secagem de grãos é um processo para remoção de umidade de produtos agrícolas a fim de preservar sua
qualidade. Porém este processo tem um alto gasto energético, que varia de 10 a 25% do uso nacional da energia a cada ano. Logo, são relevantes os estudos de secagem a fim do melhor uso dos recursos energéticos. O presente trabalho realizou o estudo de um modelo matemático de secagem de grãos de milho em leito fixo. O modelo matemático foi baseado na literatura e os resultados numéricos foram resolvidos pelo Método dos Volumes Finitos com o software ANSYS Fluent e a ferramenta User-Defined Function. Os dados experimentais foram obtidos de Dias (2019) que realizou 6 experimentos com as temperaturas 40, 50 e 60°C e as velocidades 0,8 e 1,3 m/s para o ar de secagem em um secador cilíndrico com 130mm de diâmetro e 200mm de altura. Os dados experimentais foram confrontados com os resultados numéricos para validação do modelo matemático. A validação considerou 3 parâmetros: coeficiente de determinação R^2, raiz do erro quadrático médio (RMSE) e percentual BIAS (PBIAS). Os valores medidos para os 6 experimentos apresentaram ótima concordância com os valores simulados para o modelo bidimensional, com o valor de R^2 variando entre 0,997 e 0,999 e os valores de RMSE e PBIAS próximos de zero. Três equações de propriedades do milho vindas da literatura foram adicionadas ao modelo matemático emsubstituições as equações antigas. Ao realizar a validação, concluiu que essas equações podem ser utilizadas no modelo matemático. O modelo tridimensional também previu o comportamento da secagem e os valores foram próximos do modelo bidimensional. Foi realizada uma análise energética e exergética dos 6 experimentos de secagem, onde, o experimento com temperatura de 40°C e velocidade de 0,8m/s, obteve a maior média de eficiência energética, sendo igual a 17,5% e o experimento com temperatura de 60°C e velocidade de 0,8m/s, obteve a maior média de eficiência exergética, sendo igual a 2,5%.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - ANDRE GUIMARAES FERREIRA
Presidente - JOSE LEONCIO FONSECA DE SOUZA
Externo à Instituição - RAFAEL PINHEIRO AMANTÉA - IETEC
Notícia cadastrada em: 29/06/2022 08:16
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2022 - UFRN - vm-sig-app-08.ditic.sgi.cefetmg.br.inst8