POSLING NS

Banca de DEFESA: DÉBORA LUCIANA CORRÊA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DÉBORA LUCIANA CORRÊA
DATA : 11/03/2019
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 330 do Campus I
TÍTULO:

Inter-relação entre motivação e autonomia na aprendizagem de inglês por meio do uso deliberado de tecnologia digital


PALAVRAS-CHAVES:

 

inter-relação entre motivação e autonomia; crenças; uso de tecnologia digital.



PÁGINAS: 99
RESUMO:

 

No cenário educacional nacional atual, o ensino de inglês procura, em certa medida, estabelecer uma integração com a tecnologia digital, o que leva a escola a pensar o estudante fora da sala de aula, ou seja, o seu papel na sociedade. Na medida em que a escola faz este movimento, ela facilita a aprendizagem, aumenta a expectativa e o sucesso dos estudantes, torna o currículo significativo e estimula o desenvolvimento de motivação, de agência e de autonomia (KALANTZIS; COPE, 2010). Desta forma, a aprendizagem se estende para além da sala de aula, ocorrendo em qualquer lugar e a qualquer hora (COPE; KALANTZIS, 2008). O aprendiz passa a ser agente do próprio conhecimento, conectando a aprendizagem às suas próprias experiências e interesses. Com o intuito de investigar a motivação de estudantes autônomos da educação básica, a partir de suas crenças e ações relativas ao uso de tecnologia digital para aprender inglês à revelia da escola, foi proposta a realização desta pesquisa de natureza aplicada, abordagem qualitativa e orientação exploratória, em formato de estudo de casos múltiplos. A parte empírica da pesquisa foi realizada na Escola SESI – Serviço Social da Indústria, uma escola privada de ensino regular da cidade de Sete Lagoas, com estudantes do Ensino Fundamental II e Médio, que manifestaram usar a internet fora do contexto escolar, como estratégia para aprendizagem de Inglês, e que aceitaram dela participar. Por meio de uma entrevista semiestruturada gravada, realizada com cada um dos participantes, foram levantados (1) as suas crenças relacionadas ao uso da tecnologia digital para praticar e/ou aprender inglês; (2) as suas ações nesse sentido e (3) os elementos motivacionais que emergiram dos dados, discutindo a sua influência na provável aprendizagem dos estudantes. Foi possível perceber que a motivação e a autonomia são profundamente inter-relacionadas e que tal inter-relação reflete nas e é refletida pelas crenças dos participantes. Ainda, ficou demostrado que os estudantes mais autônomos são também os mais motivados. Parece que a motivação dos estudantes aumenta na medida em que os estudantes obtêm sucesso em sua aprendizagem extraclasse, e que esse fato promove mais o desenvolvimento de sua autonomia.



MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - ALCIONE GONCALVES
Interno - LUIZ ANTONIO RIBEIRO
Presidente - MARIA RAQUEL DE ANDRADE BAMBIRRA
Externo à Instituição - REINILDES DIAS - UFMG
Notícia cadastrada em: 08/03/2019 16:12
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-06.ditic.sgi.cefetmg.br.inst6