POSLING NS

Banca de QUALIFICAÇÃO: LIZAINNY APARECIDA ALVES QUEIROZ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LIZAINNY APARECIDA ALVES QUEIROZ
DATA : 20/08/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Remoto
TÍTULO:

O QUE EU MAIS QUERIA ERA TER UMA FAMÍLIA NORMAL!

As representações discursivas da família brasileira em peças publicitárias


PALAVRAS-CHAVES:

Discurso Publicitário. Semiolinguística, Arranjos Familiares.

                                           Multimodalidade. Gramática do design Visual.


PÁGINAS: 245
RESUMO:

 Essa pesquisa analisa a interrelação entre a linguagem verbal e a não-verbal na construção das representações discursivas da família brasileira em peças publicitárias. Para verificar essa tessitura verbo-visual, empregamos duas teorias que consideram o ato de linguagem como um testemunho das práticas socioculturais de uma sociedade: Gramática do Design Visual de Kress; Van Leeuwen e a Semiolinguística de Charaudeau. As semioses verbais e visuais criam relações de poder, constroem identidades e difundem ideologias, crenças e valores. Para tanto, buscamos identificar nas publicidades e no contrato publicitário os elementos capazes de, frente a um mercado cada vez mais globalizado e competitivo, imprimir as matrizes persuasivas como principal ferramenta de comunicação entre fornecedor e consumidor. Ao agir assim, os publicitários procuram tornar seu produto um diferencial ímpar, visando captar mais compradores.  Investigamos a linguagem verbal e/ou visual em cada peça, averiguamos a interação visual e relação com o propósito de convencer e seduzir o telespectador pela publicidade. Para a análise do corpus, seguimos os procedimentos metodológicos recomendados pelas teorias adotadas visando observar como os demais arranjos familiares estão sendo veiculados pelas publicidades televisivas. Isso corre devido aos resultados das pesquisas que apontam um crescimento significativo de famílias diferenciadas, que se distanciam do estereótipo da estrutura familiar clássica, denominada tradicional. Reconhecendo sua relevância, sobretudo em uma sociedade de consumo, a publicidade demonstra a importância desses indivíduos, oriundos das famílias pós-modernas, ao mesmo tempo, em que busca inclui-los como consumidores. Os dados revelam que o entrelaçamento entre as linguagens verbal e visual do texto ocorre de forma estrategicamente planejada em todos os anúncios, com o propósito de valer-se dos benefícios significativos de cada semiose e da junção entre as duas linguagens visando convencer e seduzir o público-alvo pertinentes a essas configurações familiares. A análise da prática discursiva revelou que as diferentes famílias são representadas pela publicidade por meio de uma articulação interessada nos discursos protetivos, responsáveis, afetivos e de competência emocional e financeira, que as posiciona como beneficiárias na aquisição dos mais diversos produtos. A análise textual das publicidades apontou que a família veiculada é sempre representada de modo positivo e replicante de um modelo considerado heteronormativo ideal, mesmo quando retrata relacionamentos homoafetivos. Já a análise dos dados revelou que a participação dos diferentes arranjos familiares em publicidades televisivas é veiculada de modo tímido, pelos produtores, que somente exibem os padrões mais aceitos. Eles exaltam em suas peças a idealização das representações, a naturalização dos comportamentos aprovados socialmente e o incentivo a atitudes consumistas.  Os resultados demonstram a importância da imagem na etapa da persuasão, e como o uso de estratégias narrativas, bem como de recursos interacionais e de composição criam certa intimidade com o telespectador que se identifica com a peça, emocionando-se.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - LILIAN APARECIDA ARAO
Interno - RENATO CAIXETA DA SILVA
Externa à Instituição - WILIANE VIRIATO ROLIM - IFPB

Notícia cadastrada em: 10/08/2020 16:28
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-09.ditic.sgi.cefetmg.br.inst9