Banca de QUALIFICAÇÃO: MÍRIAM RABELO GONTIJO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MÍRIAM RABELO GONTIJO
DATA : 21/06/2021
HORA: 14:30
LOCAL: CEFET-MG (remotamente)
TÍTULO:

Identidade na aprendizagem de língua inglesa: experiências de sucesso relacionadas a afiliação a comunidades imaginadas


PALAVRAS-CHAVES:

aprendizagem de inglês como língua estrangeira; experiências de aprendizagem bem sucedida; identidade; motivação; afiliação a comunidades imaginadas


PÁGINAS: 91
RESUMO:

Segundo a Teoria Sociocultural, na qual este estudo se insere, o desenvolvimento humano ocorre a partir da interação do homem com o meio, em uma relação dialética (LANTOLF, 2000). Embora o lócus tradicional de aprendizagem seja a sala de aula, o ato de aprender também se dá para além dos muros institucionais, de maneiras diversas. Uma delas é por meio da afiliação dos estudantes a Comunidades Imaginadas. Este estudo tem como objetivo geral explicar de que forma a afiliação a comunidades imaginadas pode influenciar a aprendizagem de inglês como língua estrangeira. O marco teórico que orienta a geração e a análise dos dados da pesquisa compreende: (1) o construto identidade e o conceito de investimento conforme Norton (1995, 2000; 2013; 2017;2019), (2) os conceitos de motivação e de visão segundo Dörnyei (2005; 2019; 2017; 2019), Dörnyei e Ryan (2015) e Dörnyei e Kubanyiova (2014), (3) a proposição de afiliação a comunidades imaginadas de Wenger (1998; 2009), revisitada por Norton (2013; 2015); (4) o conceito de aprendizagem bem sucedida empregado por Arruda (2014). Esta é uma pesquisa de natureza aplicada, orientação exploratória, realizada no formato de Estudo de Caso. Por meio de entrevistas semiestruturadas com os participantes, serão geradas narrativas de aprendizagens bem sucedidas de inglês como língua estrangeira, permeadas por afiliações a comunidades imaginadas, empreendidas por estudantes inseridos no curso superior de Licenciatura em Letras da Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG - unidade Divinópolis. A análise das narrativas deverá partir do marco de referência de experiências de aprendizagem de L2 proposto por Miccoli (MICCOLI; BAMBIRRA; VIANINI, 2020), para compreender a natureza e a composição dessas experiências. Espera-se que, deste modo, seja possível explicar de que forma a afiliação dos aprendizes a comunidades imaginadas contribuiu para o sucesso de sua aprendizagem.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - CLAUDIO HUMBERTO LESSA
Externa à Instituição - CLIMENE FERNANDES BRITO ARRUDA - UFMG
Presidente - MARIA RAQUEL DE ANDRADE BAMBIRRA
Notícia cadastrada em: 04/06/2021 20:14
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-10.ditic.sgi.cefetmg.br.inst10