Banca de QUALIFICAÇÃO: AMANDA INÊS VIANA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : AMANDA INÊS VIANA
DATA : 19/03/2018
HORA: 14:30
LOCAL: prédio escolar do CEFET-MG - campus I
TÍTULO:

Produção de sentido e desenvolvimento de multiletramentos pela Geração Participativa


PALAVRAS-CHAVES:

agência de estudantes

desenvolvimento de multiletramentos

Geração Participativa


PÁGINAS: 46
RESUMO:

O final do século XX e o início do século XXI testemunharam grandes mudanças na forma como interagimos e nos comunicamos, em grande parte devido ao uso de da tecnologia digital disponível. Com a sua democratização, as maneiras pelas quais as pessoas passam a produzir sentido em suas práticas sociais também se modificam (KRESS, ano 1996; 2003; 2010). Nesse contexto, Kalantzis e Cope (2009) e Cope e Kalantzis (2019) acusam o surgimento da geração participativa nas escolas, em função da postura agentiva e autônoma assumida cada vez mais pelos estudantes, inviabilizando a sobrevivência do ensino tradicional autoritário e centrado na figura do professor, rompendo com o paradigma predominante durante o século XIX de que ensinar é, principalmente, transferir conhecimento. Com o intuito de compreender a produção de sentido feita por estudantes adolescentes atualmente no interior de Minas Gerais, propõe-se a realização desta pesquisa de natureza aplicada, abordagem qualitativa e orientação exploratória, em formato de um Estudo de Caso. O estudo contará com a participação voluntária de cerca de 10 estudantes de inglês entre 12 e 16 anos, matriculados em um curso livre na cidade de Matozinhos/MG. A pesquisa empírica dar-se-á por meio da coleta de dois vídeos caseiros criados pelos participantes, em dois momentos diferentes do semestre letivo, bem como da coleta de uma entrevista semiestruturada com cada um dos participantes ao final do semestre. Espera-se identificar com essa análise: (1) como cada letramento se manifesta nos vídeos; (2) se há desenvolvimento dos multiletramentos pelos estudantes e, se sim, como; e (3) se os participantes podem ser reconhecidos como pertencentes à geração participativa, conforme teorizado por Cope e Kalantzis (2010) e Kalantzis e Cope (2012).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - MARIA RAQUEL DE ANDRADE BAMBIRRA
Externo ao Programa - ELIANE MARCHETTI SILVA AZEVEDO
Externo ao Programa - ELIANE TAVARES BARRETO MATIAS
Externo à Instituição - REINILDES DIAS - UFMG
Notícia cadastrada em: 06/03/2018 17:33
SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2020 - UFRN - vm-sig-app-08.ditic.sgi.cefetmg.br.inst8