Apresentação

O Programa de Pós-graduação em Administração (PPGA) do CEFET-MG oferece curso de mestrado em administração gratuito, cuja linha de pesquisa é voltada para a investigação dos processos decisórios. Por isso seu público-alvo são os graduados de várias áreas do conhecimento.

 

Linha de pesquisa

Estuda os processos de decisão em três esferas: o tomador da decisão, a estrutura organizacional e os sistemas de apoio à decisão; trabalha a constituição do processo de decisão, realizada a partir de uma reflexão sobre a construção social e cognitiva do agente, em um contexto estrutural, auxiliado por um conjunto de técnicas e sistemas de apoio à decisão; investiga os componentes: informação-priorização-análise-decisão-implantação-impacto-informação; abrange a inteligência competitiva, os modelos e as tecnologias quantitativas e qualitativas de apoio à tomada de decisão, os sistemas de informação e a gestão da informação e do conhecimento; compreende a pesquisa operacional, a ergologia, os modelos físicos e matemáticos aplicáveis à administração, os sistemas integrados de gestão e as abordagens psicossociais, sem se limitar a eles, focando-se em investigar:

-        Como as características e os atributos psicossociais do tomador de decisão, a disponibilidade de sistemas e de instrumentos de apoio à decisão, a forma, mesmo jurídica, do arranjo organizacional, e outras variáveis afetam a “mineração” de informações, priorização, representação dos problemas, identificação de opções e a própria escolha (inclusive do processo seguinte de implantação e controle).

-        Quais características, métodos e ferramentas são associados ao processo decisório específicos de uma área funcional (Operação, Marketing, Finanças, RH).

-        Como as organizações fazem, procuram fazer ou deveriam fazer para assegurar a integração das decisões.

-        Qual o papel da racionalidade, da intuição e do bom senso na seleção de uma alternativa.

-        Quais as disfuncionalidades no processo decisório.

-        Quais as implicações das diferenças entre o trabalho prescrito e o trabalho real no processo decisório e em seus resultados.

-        Como as considerações éticas, o isomorfismo (combinado com as instituições e demais elementos estruturais, inclusive relacionais) e outros fenômenos conhecidos e a conhecer interferem no processo decisório.

-        Quais as contribuições da ergologia, da psicanálise e das teorias críticas, do consumidor, da estruturação, da agência e de outras ao entendimento do processo decisório;

-        Qual a racionalização por detrás da decisão de implementar práticas ou modelos administrativos como: coopetição, reengenharia, governança corporativa, qualidade de vida no trabalho, terceirização, sistemas de gestão, gestão da cadeia de suprimentos, logística reversa.

-        Quais consequências premeditadas ou impremeditadas, positivas ou negativas estão associadas à lógica do processo decisório. Como o conhecimento, os modelos, os métodos e as ferramentas de finanças corporativas e de mercado, incluindo aqueles associados à avaliação de investimentos, eficiência de mercado, estrutura de capital e capital de giro, gestão de riscos, governança corporativa, finanças comportamentais, modelos de determinação de preço de ativos financeiros e microestrutura de mercado podem contribuir para a eficácia do processo da tomada de decisões dos gestores das empresas e de investidores do mercado.

Assim, essas pesquisas terão impacto não só nas organizações (convencionais, irregulares ou atípicas, isoladas ou em redes, de qualquer setor), já que buscam propiciar maior racionalidade às escolhas do tomador de decisão; mas também sobre os outros entes da sociedade, na medida em que desenvolvem investigações críticas que submetem o processo decisório das organizações ao crivo da legitimidade, da sustentabilidade e do sofrimento associado ao trabalho, dessa forma, consubstanciados e nivelados com a eficácia organizacional como dimensões a serem observadas pelo tomador da decisão.

 

CLIQUE AQUI para acessar maiores informações sobre os campos temáticos que podem ser estudados dentro da linha de pesquisa.


Objetivo do curso

O objetivo do curso é formar pesquisadores com compreensão crítica das questões sociais, científicas, técnicas e econômicas, que contribuam para o avanço do conhecimento acerca dos processos e sistemas decisórios nas organizações, utilizando e desenvolvendo teorias da administração, apoiando-se em uma plataforma de caráter interdisciplinar (Sociologia, Matemática, Física, Estatística, História, Educação e abordagens psicossociais) sustentada por referenciais epistemo-metodológicos consolidados e inovadores. Com isso, o curso pretende se tornar referência, desenvolvendo pesquisas aprofundadas sobre o processo da tomada de decisão. Destaca-se, ainda, a possibilidade de participação na qualificação de docentes não apenas para a rede federal de educação tecnológica, que carece de ações dessa natureza, como também para outras instituições de ensino.

 

Perfil do ingressante

Espera-se que o corpo discente do programa seja constituído por profissionais oriundos, principalmente, das áreas de ciências humanas, sociais aplicadas, da informação e também das engenharias, uma vez que o CEFET-MG possui volume significativo de pesquisas de cunho tecnológico e que podem proporcionar ao aluno um perfil diferenciado a partir de sua interação com pesquisas de outras áreas.

Essa distinção se obtém a partir da construção de uma formação sólida, integrada e interdisciplinar dos alunos, que lhes permita aplicar os conceitos, métodos e técnicas de gerenciamento nos mais diversos problemas, nas mais variadas áreas do conhecimento. Portanto, trata-se de uma proposta com potencial de impacto tanto nas atividades de pesquisa e pós-graduação do CEFET-MG quanto nas comunidades acadêmicas e setores produtivos nos níveis local, regional e nacional.

 

Estrutura Curricular

As disciplinas do Programa de Pós-graduação em Administração estão associadas ao desenvolvimento de pesquisas em processos e sistemas de decisão. Assim, são ofertadas disciplinas de formação básica, a saber: Gestão Organizacional, Teoria das Organizações e dos Processos Decisórios, Métodos e Técnicas de Pesquisa em Administração, Metodologia Quantitativa, Metodologia Qualitativa e Projeto. O objetivo dessas disciplinas é propiciar ao discente do Programa a formação teórica e empírica necessária ao desenvolvimento da sua dissertação de mestrado, ou seja, fornecer não apenas o arcabouço teórico pertinente aos processos e sistemas decisórios, mas também o conhecimento acerca da metodologia e dos métodos científicos aplicados aos estudos dessa área.

Ademais, fazem parte da estrutura do Curso disciplinas de caráter mais específico, que proporcionam ao discente a oportunidade de escolha de acordo com o tema da dissertação, são elas: Função Gerencial, Modelagem e Otimização, Investimentos, Empreendedorismo e Inovação, Arranjos Organizacionais, Cadeia de Suprimentos e Tópicos Especiais. As disciplinas ofertadas pelo Programa, com sua respectiva carga horária, seu caráter e número de créditos, estão listadas no Quadro a seguir.

 

DISCIPLINA

CH

CARÁTER

CR

FORMAÇÃO BÁSICA

     

Gestão Organizacional

30

OB

2

Filosofia da Ciência

30

OB

2

Metodologia Qualitativa ou Metodologia Quantitativa

45

*

3

Métodos e Técnicas de Pesquisa em Administração

30

OB

2

 Projeto

15

OB

1

Teoria das Organizações e dos Processos Decisórios

45

OB

3

FORMAÇÃO ESPECÍFICA

     

Arranjos Organizacionais

45

OB

3

Cadeia de Suprimentos

45

NO

3

Empreendedorismo e Inovação

45

NO

3

Função Gerencial

45

NO

3

Investimentos

45

NO

3

Modelagem e Otimização

45

NO

3

Tópicos especiais

30

NO

2

ATIVIDADES ESPECIAIS OBRIGATÓRIAS

     

Defesa de projeto de dissertação

0

OB

0

Defesa pública da dissertação

0

OB

0

Estágio docente

0

OB

0

 

*Os discentes, conforme Plano de Estudos e o tema de sua dissertação, poderão optar pela disciplina Metodologia Quantitativa ou Metodologia Qualitativa, devendo, obrigatoriamente, cursar uma delas.

 

As disciplinas são divididas da seguinte maneira:

-          Disciplinas obrigatórias: 16 créditos (240 horas).

-          Disciplinas não-obrigatórias: 8 créditos (120 horas).

-          Exame de Qualificação - defesa de projeto de dissertação.

-          Defesa pública de dissertação.

-          Estágio docente.

 



ATENDIMENTO DA SECRETARIA

 

De segunda a sexta-feira, de 10 às 19 horas.

 

Patrícia Fonseca de Souza - Secretária do Programa

Sandineia Júnia Ferreira Silva - Estagiária


Endereço Alternativo


Coordenação do Programa

SIGAA | Secretaria de Governança da Informação - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - vm-sig-app-06.ditic.sgi.cefetmg.br.inst6