Banca de DEFESA: Juliana Cardoso Amaral

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : Juliana Cardoso Amaral
DATA : 17/09/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Online, por meio de videoconferência
TÍTULO:

Restrição Financeira e Sensibilidade do Investimento ao Fluxo de Caixa em Empresas do Setor Elétrico Brasileiro


PALAVRAS-CHAVES:

Sensibilidade investimento-fluxo de caixa; restrição financeira; setor elétrico; decisões de investimento; financiamento


PÁGINAS: 122
RESUMO:

Além das rotinas operacionais, o processo de tomada de decisões financeiras nas empresas envolve basicamente a análise de projetos que ofereçam a melhor relação risco-retorno e das fontes de recursos para financiar esses investimentos que, nessas condições, contribuam para a geração de valor à empresa. Nesse contexto, considerando o ambiente do tomador de decisão e a existência de imperfeições de mercado, os custos de financiamento, assim como o acesso a esses recursos externos, podem acarretar diversos níveis de restrições financeiras às empresas, que as tornam dependentes de recursos internos para execução de seus projetos. O objetivo deste trabalho foi analisar como as restrições financeiras influenciam a relação investimento-sensibilidade do fluxo de caixa de empresas do setor elétrico brasileiro no período de 2009 a 2019, por meio da análise de regressão quantílica com dados em painel. Com intuito de garantir a adequada especificação dos modelos, além do fluxo de caixa, foram adicionadas ao modelo econométrico as variáveis tangibilidade dos ativos, alavancagem financeira WACC, taxa de juros, valor de mercado e o Q de Tobin, representando as oportunidades de investimentos das firmas. Como critério de classificação a priori das empresas em grupos de restritas e irrestritas financeiramente foram utilizados os indicadores: distribuição de dividendos, tamanho da firma, retorno sobre o investimento (ROA), nível de governança corporativa e índice de cobertura de juros. Os resultados demonstraram que existe uma sensibilidade dos investimentos ao fluxo de caixa nas empresas do setor elétrico e que estes são impactados também pela taxa de juros e valor de mercado. Essas evidências não foram observadas para as variáveis Q de Tobin, tangibilidade, WACC e dívida.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - FELIPE DIAS PAIVA
Interno - HUDSON FERNANDES AMARAL - UFMG
Externa à Instituição - JOYCE MARIELLA MEDEIROS CAVALCANTI - UnP
Presidente - LAISE FERRAZ CORREIA
Notícia cadastrada em: 02/09/2021 16:08
SIGAA | Diretoria de Tecnologia da Informação - DTI - (31) 3319-7000 | Copyright © 2006-2021 - UFRN - vm-sig-app-05.ditic.sgi.cefetmg.br.inst5